Novedades Fundación TOVPIL

Sei que está aí


O anelo ardente expresso numerosas vezes pelos homens de Deus na Bíblia dá ao livro o título: Mostra-me o Teu Rosto. O rosto de Deus é uma expressão bíblica para significar a presença viva de Deus; e essa presença se engrossa, e se condensa quando a fé e o amor fazem com que as relações da alma com Deus sejam mais profundas e íntimas.


Deus começa a se manifestar à alma, mas o faz como o sol derramando-se através de espessa ramaria em um bosque muito denso. É o sol, mas não é o sol: são partículas do sol derramado através da espessura.

A alma tem de entender muito bem que essa presença é sempre escura, mas todavia, ao permanecer escura faz-se mais viva. Quero dizer que, quando a fé e o amor se intensificam, então percebem-se com maior clareza os traços de Deus, tornam-se mais vivos.


A claridade não se refere às formas, porque Deus não as tem, mas sim à densidade e segurança de sua presença. Eu posso estar em uma noite escura "com" uma pessoa; mesmo que não nos vejamos, nem que não nos toquemos, e estejamos em completo silêncio olhando as estrelas, posso "sentir" vivamente sua presença, "sei" que está aí.



Extraído do livro Mostra-me o Teu Rosto do Frei Inácio Larrañaga