top of page

Novedades Fundación TOVPIL

A proteção de Deus


Na intenção que temos de que o divino e o humano dêem as mãos, chegamos agora ao momento crucial.


Porquê e de que forma a presença de Deus (“Eu estou contigo” afasta e anula o medo? A presença divina não “ataca” diretamente o medo, mas a solidão mãe do medo.


Quando o homem abre os espaços interiores a Deus, pela fé, através da oração; quando sente que o seu ser solitário frio e vazio fica inundado pela calorosa presença divina; quando percebe que o seu desamparo e indigência radicais são neutralizados pelo poder e pela ternura de Deus; quando o homem chega a experimentar que esse Deus que Ihe dá tanta solidez é, além do mais, e acima de tudo, seu Pai, que o envolve como um manto e o acompanha dia e noite, enchendo-o de fortaleza e certeza...então, medo de quê? Diz o salmo: Se o Senhor é minha força e minha salvação, a quem temerei? Se o Senhor é o refúgio da minha vida, quem me fará tremer?

O medo desapareceu porque a solidão ficou povoada de Deus. E, neste momento, o ser humano começa a participar da omnipotência divina. Como diz Paulo: nem a morte, nem a vida, nem ninguém poderá vir contra mim.


Voltamos a repetir: se o Omnipotente está comigo, eu sou omnipotente.


Do livro “O Sentido da Vida” do Frei Inácio Larrañaga.

Comentarios


Los comentarios se han desactivado.
bottom of page