top of page

Novedades Fundación TOVPIL

A revolução do amor


Na voragem do egoísmo desolador, no caminho que vai do prazer à morte, ameaçados como estamos por um naufrágio de valores, na iminência de um suicídio que pode ser coletivo, Cristo levanta-se, no meio do pó e das ruínas, como coluna de luz e como Reposta. Como o único capaz, de consolidar e integrar os ossos desarticulados. E, por esse caminho de ressurreição, ele é o meteoro senhorial disparado pelos espaços e eternidades como flecha de esperança.


¡Jesus Cristo, eis a solução, ontem, hoje e amanhã!

Ele é o único que pode arrebentar, por meio da revolução do amor, a velha ordem, essa torre construída, amalgamada e coroada pelos incontáveis filhos do egoísmo. Até mais: essa revolução do amor não só pode levantar e impulsionar um mundo novo por trajetórias otimistas como também – e isso é o mais importante – Cristo é o Único que pode descer até os abismos de nossos medos e, como por magia, encantar nosso “horror do vazio”.


Do livro “O pobre de Nazaré” do Frei Inácio Larrañaga

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page