Novedades Fundación TOVPIL

Humildes e vazios de si


Se num quarto guardarmos um milhão de moedas de ouro, esse quarto estará hermeticamente fechado com cadeados, trancas, cofres... Onde houver um tesouro, a seu lado estarão armas defensivas.


Porém, se nesse quarto não tivermos nada, nem sequer uma triste cadeira, esse quarto poderá ser arejado com portas e janelas abertas. Onde não há nada que defender, tudo está aberto.

Se os irmãos e irmãs estão cheios de interesses pessoais, esses irmãos e irmãs estarão fechados aos demais com reticências, bloqueios, desconfianças e temores. Junto aos tesouros sempre estão as armas, prontas para entrar em ação. Mas se esses irmãos e irmãs estão vazios, são desapropiados e humildes, sempre estarão com as portas abertas aos outros irmãos, sem nenhum bloqueio. Eles poderão se acolher, se comunicar, aceitar-se mutuamente, assumir-se e dialogar. Serão abertura e transparência. Só entre pessoas humildes e vazias de si, pode se concretizar o Sonho Dourado de Jesus.


Do livro Transfiguração do Frei Inácio Larrañaga